4º Seminário Interno do Programa Ciclovida

No último dia 17 foi realizado o 4º Seminário Interno do Programa Ciclovida. O evento ocorreu no salão de festas da ASUFEPAR e contou com a presença de colaboradores do programa, bolsistas e convidados. Ao todo foram feitas 12 apresentações:

1º – Luiz Fernando Zelinski, tratando de seu TCC do curso de Gestão Pública da UFPR – Litoral, sobre métodos para a elaboração de um circuito cicloviário, tendo como foco o caso do município de Matinhos-PR.

2º Thaisa de Fatima Gondek, tratando de seu TCC do curso de Engenharia Civil da UFPR, com tema “A mobilidade urbana sustentável: uma proposta de conexão cicloviária entre os campi da UFPR”.

3º Felipe Santos Gomes, tratando de seu TCC do curso de Arquitetura e Urbanismo da UFPR sobre mecanismos de mobilidade urbana ligados a bicicletas.

4º Luciana de Freitas Brites, tratando de seu TCC de Terapia Ocupacional na UFPR, com o tema “Pedalar Bicicleta: análise da atividade”.

5º Thamile C. Franzini e Ketlin K. Vosguedau Volcov  apresentando o trabalho realizado na Secretaria de Urbanismo de São José dos Pinhais, sobre a primeira etapa do plano municipal cicloviário, no anel central de São José dos Pinhais.

6º Alvaro P. de Souza tratabdi da parceria da gestão da UFPR/SUINFRA com o programa Ciclovida.

7º Cristina de Araújo Lima e Lucas Felipe P. Cara tratando do trabalho de Iniciação Científica sobre a configuração urbana e o sistema BRT de Curitiba “Investigando a qualidade espacial do entorno de terminais: uma metodologia em construção / condições de uso e ocupação do solo no entorno dos terminais de ônibus de Curitiba”.

8º Ken Fonseca apresentando um projeto de produto desenvolvido no departamento de Design da UFPR, um paraciclo móvel premiado com o iF Student Design Award, uma das maiores e mais renomadas competições internacionais para jovens designers.

9º Nestor Saavedra tratando da bicicleta como tema gerador ao ensino de ciências e da parceria ente a UTFPR/UFPR com a prefeitura de Curitiba para levar o Desafio Intermodal como conteúdo do ensino de ciências na rede publica municipal de ensino em 2016.

10º Marcos A. Rosa tratando da parceria com o Programa Ciclovida  em eventos  de Promoção da Mobilidade Sustentável  realizados em  São José dos Pinhais, entre outros projetos, como a bicicleta-toca-discos, e a bicicleta de pvc.

11º Silvana Nakamori  tratando de sua dissertação de mestrado defendida no Programa de Pós Graduação em Planejamento e Governança Publica da UTFPR com o tema “Programa Ciclovida como política de mobilidade urbana na Universidade Federal do Paraná”

12º Alexandre C. Nascimento relatando sua travessia da áfrica pedalando, contada em detalhes e imagens em seu livro “Mais que um Leão por Dia”

Após as apresentações foi realizada uma confraternização, com churrasco e boa música.

Confira as fotos do evento:

Cicloturismo – CIRCUITO DAS NASCENTES – 14 de NOVEMBRO de 2015

cicloturismo2015-NASCENTES_2-page-001

Livro “A Cidade em Equilíbrio” é lançado

No dia 18/09/15, após a realização do lX Desafio Intermodal de Curitiba, ocorreu o lançamento do livro “A Cidade em Equilíbrio: contribuições teóricas ao terceiro Fórum Mundial da Bicicleta – Curitiba 2014″. A coletânea de artigos é uma publicação elaborada dentro da parceria entre o Programa de extensão Ciclovida da UFPR e a Cicloiguaçu (Associação dos ciclistas do Alto Iguaçu). São organizadores do livro os servidores da UFPR, José Carlos Assunção Belotto e Silvana Nakamori e pela Cicloiguaçu Jorge Brand (Goura Nataraj) e Luiz Claudio de Brito Patrício. No lançamento estiveram presentes diversos dos autores, o Reitor da UFPR, Prof. Zaki Akel Sobrinho, e a Secretaria de Trânsito Municipal Luíza Simonelli entre outros convidados.

O livro está disponível para exibição e download em pdf no link: Cidade em Equilíbrio

Abaixo, fotos da cerimônia de lançamento:

Ong “Rodas da Paz” de Brasilia lança cartilha “Caminhos da cidade: Atividades interdisciplinares sobre mobilidade urbana”

Caminhos-da-Cidade_lista_exercícios

Amsterdam é aqui: nove cidades brasileiras com alto uso de bicicleta

“As bicicletas vieram para ficar” é uma destas frases de senso comum que, além de conter uma ideia vazia em si, carrega equívocos de interpretação historiográfica. Desde o início do século XX as bicicletas estão presentes em nossas cidades. Em maior ou menor quantidade, com mais ou menos visibilidade, mas sempre estiveram presentes.

Se nas grandes cidades ou nas cidades em crescimento os automóveis ainda dominam a paisagem e a ocupação da maior parte das vias públicas, o mesmo não pode ser dito sobre algumas cidades brasileiras de pequeno porte – até 100 mil habitantes, de acordo com o IBGE.

No último final de semana de Setembro, a convite da UCB – União de Ciclistas do Brasil, Rede Bicicleta para Todos, Aliança Bike e da Rede Bike Anjo, a cidade de São Paulo recebeu a visita de representantes de nove prefeituras de cidades pequenas que possuem uma ampla e disseminada cultura da bicicleta.

Vieram prefeitos, vice-prefeitos e secretários para conhecer a maior feira nacional do setor de bicicletas, a Brasil Cycle Fair, bem como visitar e analisar algumas das políticas públicas em implantação na cidade de São Paulo.

O diálogo e a troca de informações foram tão enriquecedores que as organizações realizadoras, juntamente com estas prefeituras, já estão estruturando uma ampla pesquisa sobre a cultura da bicicleta em cidades de pequeno porte, visando a investigar profundamente as características locais que fazem destas cidades nossas pequenas “Amsterdans tupiniquins”.

Confira as características principais destas cidades que mantém a cultura da bicicleta no Brasil presente, aquecida e difundida:

Tarauacá (Acre)

 

Tarauaca-620x315

População (2014): 38.201 habitantes, sendo 52% urbana e 48% rural

Estimativa de viagens diárias feitas em bicicleta (Prefeitura): entre 40 e 60%

Quantidade de bicicletas: 3 a 4 bicicletas por domicilio

Características: Cidade centenária, localizada no extremo noroeste brasileiro, na confluência dos rios Tarauacá e Muru. De geografia plana, estabelecida no vale do Juruá, Tarauacá ainda faz fronteira com o Perú.

“No município são 27 mil bicicletas contra 800 automóveis. Este ano fizemos uma audiência pública para implantação da primeira linha de ônibus municipal e veja só o que aconteceu: a população rejeitou a ideia. Disseram que já se sentem contemplados usando bicicleta, moto e caminhando”, revelou o vice-prefeito da cidade de Tarauacá.

Cáceres (Mato Grosso)

 

https://www.youtube.com/watch?v=LO187zCZrDQ

População (2014): 90.106 habitantes

Estimativa de viagens diáruas feitas em bicicleta (Prefeitura): Entre 60 e 70%

Quantidade de bicicletas: 130 mil bicicletas

Características: Localizada no alto Pantanal, Cáceres faz fronteira com a Bolívia. Com temperatura média anual de 22,6 graus, sua geografia é predominantemente plana, contando também com planícies pantanosas. É considerada a “cidade das bicicletas”.

“Na minha cidade dizemos que mexer com os ciclistas é sinônimo de enterrar a carreira política”, revelou o Secretário de Governo de Cáceres.

Para conferir as outras cidades e ler a matéria completa, acesse: http://www.uniaodeciclistas.org.br/artigos/amsterdam-e-aqui-nove-cidades-brasileiras-com-alto-uso-de-bicicleta/

 

Exposição de Bikes no Shopping São José dos Pinhais

A Dia01_continua (567) A Dia01_continua (571) (1)

Paraciclos padrão UFPR fazem parte de exposição  de paraciclos e bicicletas em Shoping de São José dos Pinhais, os paraciclos criados por alunos do curso de Design sob orientação do Profº Ken Fonseca, foram desenvolvidos em parceria com o Programa Ciclovida e em 2012 foram adotados como padrão na UFPR, quando foram instaladas 600 vagas para estacionamento de bicicletas nos diversos campi da UFPR.

Passeio Ciclístico de Comemoração dos 10 anos da UTFPR e 106 anos da Instituição – 03/10

O passeio ciclístico será uma celebração pelos 10 anos da UTFPR e, também, uma comemoração pelos 106 anos como Instituição de Ensino. Será  uma oportunidade para mostrar a preocupação da nossa universidade com as questões de sustentabilidade (transporte sem poluição) e a mobilidade urbana (a ciclomobilidade e a importância de termos mais vias de acesso para os cilclistas).
 
A bicicleta é uma das mais significativas formas de expressar a liberdade. Isto envolve a nossa saúde, o meio ambiente, a sustentabilidade, a diversão, o bom humor e é um passo decisivo para tornar as nossas cidades mais humanas.
 
O evento visa, ainda, uma integração entre alunos, professores, familiares e a cidade de Curitiba com algumas de suas belas paisagens. Saindo da Sede Centro do Câmpus Curitiba (concentração na Praça Eufrásio Correia), passando pela Sede Ecoville e finalizando na Sede Neoville, o passeio promete muita animação, além de promover a saúde, a interatividade entre os participantes e a diversão geral.
 
A UTFPR contará com o apoio da Compania de Saneamento do Paraná (SANEPAR), Prefeitura de Curitiba e  Secretaria Municipal de Trânsito (SETRAN) que acompanhará todo o trajeto, orientando o tráfego.
 
Para inscrição utilize o link abaixo.

 

Ministério das Cidades lança “Cartilha do ciclista”

No Dia Mundial Sem Carro, comemorado ontem (22), o ministro das Cidades, Gilberto Kassab, disse que o Governo Federal prestou uma homenagem aos ciclistas do país ao lançar a Cartilha do Ciclista. A publicação foi possível graças à parceria da Secretaria Nacional de Transportes e Mobilidade de Urbana (Semob) do Ministério das Cidades com o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran). “Essa homenagem é uma das ações para consolidar políticas públicas em apoio e solidariedade aos ciclistas”, afirmou Kassab.

A publicação reúne informações sobre legislação, sinalização, diferentes vias que compõem a rede cicloviária e regras de circulação e segurança. O objetivo é esclarecer e conscientizar ciclistas, condutores de veículos motorizados e pedestres sobre como manter uma convivência pacífica e harmônica entre os diversos modais no trânsito brasileiro.

A cartilha está disponível, em formato PDF, no site do Ministério das Cidades.

 

Leia a matéria original completa: http://portaldotransito.com.br/noticias/acontecendo-no-transito/ministerio-das-cidades-lanca-cartilha-do-ciclista

Bicicleta é vencedora do 9º Desafio Intermodal

Texto e fotos por Gabriel Dietrich

Um ciclista foi o primeiro a completar o trajeto do 9º Desafio Intermodal, que ocorreu na última sexta-feira (18). O ciclista Evandro Portela foi o campeão do desafio, completando o trajeto do Centro Politécnico até a Praça Santos Andrade em 19 minutos. Em entrevista à Gazeta do Povo, Evandro comentou o que viu no caminho: “Enfrentei muitas dificuldades no percurso. A falta de respeito foi a principal. Onde não tem ciclovia, a disputa por espaço é demais e é difícil para o ciclista andar na via”.

O Desafio Intermodal consiste em um estudo sobre as diferentes formas de deslocamento, propondo uma comparação entre diferentes modais de transporte no horário de pico, às 18h, para verificar qual o modal mais eficiente. Na edição deste ano ocorreu o acompanhamento em tempo real da posição de 40 participantes por meio de rastreadores pessoais Orbi, da empresa Spacecom, que foi transmitido em um telão na Praça Santos Andrade onde o publico pode acompanhar o desempenho dos participantes ao vivo. Ao todo participaram deste 9º Desafio Intermodal 43 desafiantes, divididos em 10 modais: Bicicleta, Bicicleta Elétrica, Carro, Carro Elétrico, Ciclotaxi, Corredor, Motocicleta, Ônibus, Pedestre e PCD (Pessoa com deficiência).

Os últimos a chegarem ao ponto final foram os desafiantes da categoria PCD, que utilizaram o ônibus como meio de transporte e levaram cerca de 1h40min para completarem a prova. Dercy Figueiredo tem poliomielite e foi um dos desafiantes PCD a participar do desafio. Segundo ele, o evento foi um sucesso e deveria ocorrer mais vezes. “Iniciativas como essa precisam de uma maior constância. Por exemplo, muitas vezes as pessoas com mobilidade reduzida não conseguem acessar prédios públicos por falta de acessibilidade. Esse Desafio fica como um alerta para que as autoridades saibam o quanto nós valemos como cidadãos”, encerrou.

 

Ao final do Desafio foram elaboradas as médias de cada modal para definir o mais eficiente, utilizando três quesitos de avaliação: tempo de deslocamento, custos para o usuário e emissão de poluentes. Somando a nota de cada quesito e dividindo por três, se obtém as médias para a classificação final de cada modal. O resultado deste ano foi o seguinte: Bicicleta – 10 ; Corredor – 9.3; Ciclotaxi – 8.3; Pedestre – 7.3; PCD – 7; Carro Elétrico – 6.3; Bicicleta Elétrica – 6; Motocicleta – 4.7; Carro – 3.7; Ônibus – 2.7.

Após o Desafio ocorreu o lançamento do livro ”Cidade em equilíbrio – Contribuições teóricas ao 3º Fórum Mundial da Bicicleta”, que contou com a presença de diversos autores, da Secretaria Municipal de Trânsito Luiza Simonelli e do Reitor da UFPR Zaki Akel Sobrinho, que um pouco antes havia participado do Desafio com uma bicicleta convencional, completando o trajeto em 48,25 minutos.

O Programa Ciclovida e o Núcleo Interdisciplinar de Mobilidade da UFPR agradecem os apoiadores do 9º Desafio Intermodal de Curitiba:

Institutos Lactec, Setran/Prefeitura Municipal de Curitiba, Spacecom, Orbi, Dentro d’agua, Federação Paranaense de Ciclismo, União dos Ciclistas do Brasil, Bicicletaria Cultural, Cicloiguaçu e o Escritório Verde da UTFPR.

Abaixo, o Relatório Provisório e as fotos do 9º Desafio Intermodal e do lançamento do livro “Cidade em equilíbrio”:

IX DESAFIO INTERMODAL 

UFPR assina cooperação com instituições holandesas para aumentar potencial de ciclomobilidade de Curitiba

Por Jaqueline Carrara

A UFPR está junto com instituições holandesas e brasileiras para dar sua contribuição na transformação de Curitiba em uma cidade dentro do conceito de smart cities – cidades-inteligentes, que buscam a solução de problemas urbanos com tecnologia e inovação.

O Termo de Entendimento assinado na última semana entre empresas, universidades, centros de pesquisa e associações dos dois países tem o objetivo de aumentar o potencial de ciclomobilidade da capital, mostrando a bicicleta como opção segura e viável para o trânsito. Pesquisadores holandeses permanecerão em Curitiba e a intenção é que, durante cinco anos, o compartilhamento de ideias, estudos e experiências entre os parceiros possa resultar em projetos inovadores, aliando planejamento urbano, arquitetura e design.

A sinergia é outro ponto enfocado pela cooperação. Entre os objetivos acordados, está o desenvolvimento de soluções para a integração de todos os modais de transporte em Curitiba, conciliando infraestrutura urbana e o engajamento do cidadão. De acordo com o documento, deverá haver busca pelo aumento da consciência sobre o impacto que pode haver na sustentabilidade de iniciativas urbanas quando há sinergia entre o mercado, autoridades públicas, universidades e consumidores.

Para assinatura do Termo, o reitor Zaki Akel Sobrinho juntou-se ao embaixador da Holanda no Brasil e a um grupo de holandeses e brasileiros que chegaram pedalando à Prefeitura para o fechamento da parceria. Também assinaram o documento de cooperação as instituições: Universidade de Twente (Holanda), Universidade e Centro de Pesquisa Wageningen (Holanda), Universidade de Ciências Aplicadas CAH Vilentum (Holanda), Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR), Universidade Positivo (UP), Ecofys (empresa holandesa de consultoria em energia urbana), Dutch Cycling Embassy (associação holandesa que atua no mundo inteiro incentivando o ciclismo), Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep), Instituto Brasileiro de Qualidade e Produtividade (IBPQ) e CicloIguaçu (Associação de Ciclistas do Alto Iguaçu).

Publicado originalmente em: http://www.ufpr.br/portalufpr/blog/noticias/ufpr-assina-cooperacao-com-instituicoes-holandesas-para-aumentar-potencial-de-ciclomobilidade-de-curitiba/

O Programa Ciclovida e
a Invasão das Bicicletas


Categorias

fevereiro 2016
D S T Q Q S S
« nov    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
2829  
ucretsiz porno izle porno izle free porno izle porno çocuk pornoları free porno izle porno free çocuk pornosu vajinal sex türk sex izle çocuk pornosu sohbet chat sohbet odalari sohbet sitesi sex sohbet gay sohbet sex free porno izle bab porno mobil porno porno film orospu porno sex sikis zevk porno tsimc.com sex sakso porno porno filmler ucretsiz sex porno mobil porno liseli porno bedava porno rahat porno porno izle legal porno oral porno free porn videos turk sex garden porno sex hikayesi porno tube free porno porno sex izle porno free porn porno film amcik porno lezbiyen sex lezbiyen porno hd porno cocuk pornosu fuck free porn porno tube sex tube free cam porn izle porno hd sex izle porn porn sex kral sex rus porno asyali porno azerbaycan porno erotik sex bedava sex sikis porno brazzer sex porno lezbiyen free sex anal porn oral porno ucretsiz porno orospu sikis izle uygunsuz sex geciktirici satis sex shop anal sex porno tube turk porno zenci porno anal porno rus pornosu free porno izle mobil porno genc porno teen porn pornon.org teen porno zenci amcik pornosu porno tv sex izlemek sikisken kizlar pornosu sex video porno video porno film izle japon porno turk porno lolita porno sikis guncel porno zenci porno izle ucretsiz sikis xhamster genc porno sikis izle hd porno seks tv fvgweb.org çocuk pornosu free porn anal porno türk porno sex izle mobil porno zenci porno hdmobilporno.com sex izle porno porno porno izle bedava porno porno indir travesti porno rus porno porno tv rokettube porno türk porno porno tv porn porno izle sikis sitesi sex videos porno izle porno videolar turkish porno porno izle fvgweb.org trsohbet.com sohbetci.com geveze.org sohbetodalari.net