Eventos

Desafio Intermodal de Arquitetura conta com monitoramento em tempo real e “Bike Lab”

 

Na quarta-feira (30 de agosto) aconteceu o Desafio Intermodal da disciplina “Cidade e Meio Ambiente” do curso de Graduação em Arquitetura e Urbanismo da UFPR. A parceria entre o Programa Ciclovida e o curso de Arquitetura iniciou em 2006 quando o coordenador do Ciclovida, José Carlos Belotto entrou em contato com a professora Cristina de Araujo Lima para apresentar o Programa Ciclovida. A demanda apresentada pelo Ciclovida solicitando que o curso passasse a abordar a temática, foi atendida com a inclusão de uma disciplina para tratar a mobilidade sustentável no curso de especialização “Cidade Meio Ambiente e Politicas Publicas”. Posteriormente o tema passou a ser abordado também na graduação com a inclusão do Desafio Intermodal como conteúdo da disciplina “Cidade e Meio Ambiente”. 

A participação dos alunos de Arquitetura é o grande diferencial desse Desafio, que está presente na grade curricular avaliativa da disciplina. Após a participação no Desafio, os estudantes avaliam a mobilidade urbana e uma serie de aspectos urbanísticos observados durante o percurso, qualificando em espaços que “funcionam” e que “não funcionam”, propondo sugestões arquitetônicas que possam melhorar as situações deparadas.  

Segundo a professora Cristina de Araújo, no início do curso muitos estudantes não sabem como planejar o espaço urbano de uma maneira sustentável, apenas reproduzindo o senso comum. “O Desafio é uma oportunidade que o aluno tem para melhorar sua formação, ter uma vivência próxima com a rua para sentir na pele o que se passa, onde e de que forma as mudanças podem ser feitas”, afirma ela. 

Destaca-se que nesta edição do Desafio aconteceu a participação da Coordenadora do termo de cooperação Brasil x Holanda para a promoção da ciclomobilidade em Curitiba a Profª Maya Van Den Berg, da Universidade de Twente, que participou como ciclista acompanhada pela Profª do curso de Design, Gheysa Prado. 

Outro destaque foi o monitoramento em tempo real do trajeto pelo aplicativo gerado exclusivamente para o desafio pelo Núcleo de Pesquisa e Desenvolvimento de Energias Sustentáveis (NPDEAS) da UFPR e a participação do Bike Lab, “o laboratório da bicicleta”, no percurso, em sua primeira experiência prática na rua. Breno Lopes, aluno de Engenharia Elétrica, participou do desafio como ciclista e levou o Bike Lab em sua bicicleta. Ele é um dos alunos que participaram do desenvolvimento do Bike Lab no NPDEAS, orientado pelo Profº André Mariano. O dispositivo vai georeferenciar (ou seja, apresentar uma série de dados obtidos pelo Bike Lab em um mapa geográfico da cidade) por meio de um GPS informações de Curitiba a partir da bicicleta. O dispositivo possui um grupo de sensores para captar informações como: sensor de ultrassom para a distância que os carros ultrapassam a bicicleta, o acelerômetro - que determina a posição, a velocidade e o sentido em que a bicicleta se desloca – além de sensores de umidade e temperatura. Todas as informações são enviadas para um banco de dados que os georeferencia. ” O objetivo é poder gerar um grupo de informações, tanto para a ciência quanto para criação de políticas públicas sobre mobilidade”, afirma Bruno. Para o Desafio Intermodal de Curitiba que vai acontecer em 29/09 o Bike Lab deverá estar ainda mais completo e funcional, podendo medir a qualidade do ar e outras informações. 

O trajeto do Desafio universitário é o mesmo do Desafio da cidade, partindo do Centro Politécnico, passando pelo Escritório Verde da UTFPR como ponto intermediário e encerrando no prédio histórico da UFPR, na Praça Santos Andrade. Nesta edição foram duas turmas de graduandos em Arquitetura e Urbanismo, totalizando mais de 70 desafiantes em 7 modais de transporte: bicicleta, moto, carro, ônibus, pedestre, corredor e ônibus + pé, onde o desafiante faz uma parte do trajeto usando o transporte coletivo e outra a pé. O mais rápido foi novamente uma bicicleta, que chegou ao ponto final em 19 minutos, sem emitir gases poluentes e sem gasto com combustível. 

Confira as fotos do Desafio, pelo olhar de Gabriel Dietrich:

Descida da Graciosa para o Festival de Inverno de Antonina

UFPR inverno Cicloturismo 2017

 

Neste domingo (16) acontece a nossa descida da Graciosa para o Festival de Inverno de Antonina. O trajeto é de 90km.

A concentração será às 6:00h na Asufepar (Rua Carlos Pradi nº18, anexo ao Centro Politécnico). A saída será as 6:30h.

Contamos com carro de apoio para a descida e 80 vagas para a volta em ônibus da UFPR.

A inscrição deve ser prévia, na BIKESUL (doação de 2kg de alimentos não perecíveis).

A saída de Antonina esta prevista para as 17h, e o retorno a Curitiba para as 19h.

A bicicleta indicada para a descida é montain bike. Alguns itens importantes para levar são água, repelente, protetor solar, lanche e uma câmara reserva. O uso de capacete é obrigatório.

Esperamos você!

5º Seminário Interno do Ciclovida

No dia 22/11/2016 ocorreu o 5º Seminário Interno do Programa Ciclovida. Ao todo, foram apresentados 18 temas relacionados à Ciclomobilidade. Confira abaixo a lista de apresentações e as fotos do evento:

1. Gheysa Caroline Prado – tese de doutorado do PPGDESIGN/UFPR, MOBILIDADE URBANA: O design de serviços para mudança de comportamento.
2.Profª Dra Cristina de Araújo Lima, Dept. Arquitetura UFPR – MOBILIDADE E QUALIDADE ESPACIAL URBANA NO ENTORNO DE TERMINAIS DO SISTEMA BRT DE CURITIBA: Desenho Urbano e condições socioambientais.
3. Renata de Oliveira Kuzma, iniciação científica curso Arquitetura e Urbanismo UFPR; pesquisa Cidade, Meio Ambiente e Políticas Públicas.
4. Felipe Santos Gomes Arquiteto Urbanista pela UFPR, proposta Coleção de Livros: Cidade e Meio Ambiente.
5.Prof. Dr. Marcelo R. Errera Dep Eng. Ambiental UFPR – Mou Curitiba/Holanda; PESQUISA DA MOBILIDADE UNIVERSITÁRIA EM CURITIBA.
6.Vanessa Bortolozzi – curso Design e Joice B. De Andrade – curso de letras, bolsistas Ciclovida; “Sua Curitiba”, Instituto Legado, Edital de Políticas Públicas e Advogacy.
7.Gabriel Dietrich M. Martins bolsista Ciclovida curso Comunicação Social UFPR- Comunicação no Ciclovida.
8.Rodrigo Garcia Cardoso voluntário Ciclovida curso de Design UFPR – Desafio Intermodal – Relatório 2016.
9.Prof. Dr. Nestor Cortez Saavedra Filho UTFPR – O Desafio Intermodal como Tema Gerador ao Ensino de Ciências.
10.Isadora Palhano bolsista Ciclovida – TCC Eng Ambiental/UFPR; Levantamento de Parâmetros e Simulação de Emissões de Frotas Urbanas.
11.MsC. David Pinheiro Lima Couto – dissertação Mestrado UFSC; DA GALERA DA BIKE AO CICLOATIVISMO: BICICLETA E POLÍTICA NA CIDADE DE CURITIBA-PR.
12.David Pinheiro Lima Couto, José Carlos Assunção Belotto, Silvana Nakamori e Ken Flavio Ono Fonseca; capítulo livro CLIMA: Boas Práticas de Adaptação/ADEMADAN – A bicicleta como símbolo cultural e seu uso pela comunidade escolar de Antonina: diagnóstico e propostas.
13.Letícia Massaro, bolsista Ciclovida curso de Desing UFPR- Oficina do Festival de Inverno – Folder de Cicloturismo de Antonina.
14.Josiane Inácio Arruda, Prefeitura de São José dos Pinhais; Vida no Trânsito.
15.Josiane Inácio Arruda – Projeto de Extensão da UFPR: Mobilidade Corporativa Sustentável coordenado por Profa. Dra. Karin Graff e José Carlos Assunção Belotto.
16. José Carlos Assunção Belotto – Dissertação Mestrado PPGDTS/UFPR; CICLOMOBILIDADE: Estudo de caso: Implantação do CICLOPARANÁ-Programa Paranaense de mobilidade não Motorizada por Bicicleta.
17. MsC. Silvana Nakamori, projeto do Livro da Dissertação de Mestrado PPGPGP/UTFPR; DIRETRIZES PARA ELABORAÇÃO DE POLÍTICA PÚBLICA DE CICLOMOBILIDADE: experiências do Programa Ciclovida da UFPR.
18. Marcos Rosa Filho e Luci Ane Moro Rosa; Áreas Verdes de Curitiba e Região Metropolitana – APAVE

 

 

————————————Clique nas imagens para amplia-las!—————————————

Governo empossa integrantes do Conselho de Ciclomobilidade

O secretário estadual do Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Antonio Carlos Bonetti, deu posse nesta segunda-feira (21) aos conselheiros do Programa Estadual Ciclo Paraná (Conciclo). A posse aconteceu no Plenarinho da Assembleia Legislativa do Estado do Paraná.

O Conciclo conta com representantes de secretarias estaduais e instituições estaduais, universidades públicas e organizações da sociedade civil. Os integrantes agora vão discutir ações e planejamento para implementação do Programa Ciclo Paraná, criado em 2015 pelo Governo do Estado para estimular o uso da bicicleta como meio de transporte, prática esportiva e de lazer.

A ideia é desenvolver também a cidadania, a segurança viária, a saúde e a educação no trânsito. O Ciclo Paraná é coordenado pela Sema e envolve diversas áreas do governo, entre elas Educação, Segurança, Detran, Comec e outras.

“A parceria e a articulação com a sociedade e os municípios será fundamental para um programa dessa natureza. O Conciclo terá a tarefa de discutir e planejar as ações para o sucesso do programa”, destacou Bonetti.

O conselheiro José Carlos Belotto, da Universidade Federal do Paraná, destacou o apoio da Secretaria e afirmou que é necessário preparar para 2017 um diagnóstico da situação do uso da bicicleta no estado. “O Conciclo já vinha trabalhando de maneira informal, mas agora a responsabilidade aumenta e também a motivação e uma das principais medidas que devemos ter é um diagnóstico que mostre os usos, a infraestrutura, os grupos e outros detalhes de como está a ciclomobilidade no estado todo. Esse trabalho servirá para direcionar melhor o planejamento das ações”, afirmou Belotto.

O evento da posse também celebrou a lei do deputado José Carlos Schiavinato, que institui a política de mobilidade sustentável e incentivo ao uso da bicicleta no estado.

Durante a posse dos conselheiros, a aluna Eduarda Kotoski de Lima, do Colégio Estadual Dona Carola, de Curitiba, recebeu uma das dez bicicletas sorteadas num evento sobre educação no trânsito, realizado no Museu Oscar Niemeyer. As bicicletas foram oferecidas pelo “Instituto Sou Cidadão”.

Estiveram presentes ainda o cônsul-geral do Reino dos Países Baixos (Holanda), Robert Willem Ruijter; Mário Celso Cunha, assessor da Sanepar; Cezar Augusto Romano, diretor da UTPFR-Curitiba, Aloísio Nunes, da Secretaria Estadual de Educação, Paulo Correa do Instituto Sou Cidadão; e a coordenadora do Ciclo Paraná, Daniela Miranda.

O Programa Ciclovida está representado no Conselho com a participação dos seus coordenadores José Carlos Assunção Belotto e Profº Ken Ono Fonseca.

Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em:
http:///www.facebook.com/governopr e www.pr.gov.br

Matéria originalmente postada em: http://www.aen.pr.gov.br/modules/noticias/article.php?storyid=91686&tit=Governo-empossa-integrantes-do-Conselho-de-Ciclomobilidade

5º Seminário Interno do Programa Ciclovida – 22/11/2016

p1b1ukka32vj1g90i33h916914

 

Na próxima terça-feira (22), acontece o 5º Seminário Interno do Programa Ciclovida. Durante o seminário ocorrerão cerca de 20 apresentações de trabalhos (programação em breve) de temas ligados à ciclo mobilidade, e uma confraternização.

O seminário começa a partir das 18h, no Salão de Festas II da ASUFEPAR, na Rua Carlos Pradi, 18, Jardim das Américas.

Contamos com sua presença!

10º Desafio Intermodal de Curitiba – Pré Relatório e Galeria de fotos (abra a matéria)

Na sexta-feira, dia 23 de setembro, ocorreu o 10º Desafio Intermodal de Curitiba, organizado pelo Programa Ciclovida da UFPR em parceria com a Prefeitura de Curitiba, os cursos de Engenharia Civil e Arquitetura da universidade e os Institutos Lactec. A bicicleta novamente foi o veículo mais eficiente para o transporte em horário de pico, chegando em primeiro ( com menos de 20 minutos, e tendo tempo médio de 23 minutos) e vencendo também nos quesitos de “emissão de gases poluentes” e “custos para o usuário”. O Relatório parcial está anexo no link abaixo. Em breve o relatório completo.

X DESAFIO INTERMODAL 23-09

Confira um recorte do desafio desse ano nas fotos da galeria, sob o olhar de Gabriel Dietrich:

Pré-Relatório 10º Desafio Intermodal de Curitiba

 

IMG_7990-2

Já esta disponível o pré-relatório do 10º Desafio Intermodal de Curitiba, realizado na última sexta(23). Em breve mais fotos e o relatório completo.

X DESAFIO INTERMODAL 23-09

10º Desafio Intermodal de Curitiba toma as ruas nessa sexta

 

IMG_5178

Nessa sexta (23) ocorrerá o 10º Desafio Intermodal de Curitiba, que reunirá diferentes modais de transporte para avaliar qual a forma mais eficiente de se locomover pela cidade no horário de pico, entre 18h e 19h. É organizado pelo programa Ciclovida da Universidade Federal do Paraná (UFPR) em parceria com a Prefeitura de Curitiba, os cursos de Engenharia Civil e Arquitetura da universidade e parceria com os Institutos Lactec.

O desafio consiste em uma comparação entre os diferentes modais, saindo às 18h do Centro Politécnico da UFPR e terminando em frente ao prédio histórico da universidade, na Praça Santos Andrade. Os desafiantes podem escolher o caminho que julgarem melhor, mas devem passar por um ponto intermediário, no Escritório Verde da UTFPR, antes de partirem para o ponto final.

O objetivo do desafio é avaliar, em um percurso de aproximadamente dez quilômetros, qual o meio de transporte mais eficiente para se deslocar no horário de pico em um grande centro urbano, utilizando três quesitos de avaliação: tempo de deslocamento, custos para o usuário e emissão de poluentes. Os dados, coletados ao longo do percurso, resultarão em médias, que somadas, indicarão o modal mais eficiente. Ao final do desafio os participantes devem responder um questionário sobre a experiência, avaliando pontos sobre a infraestrutura urbana, como ciclovias, iluminação pública, sinalização, calçadas, pontos de maior congestionamento e educação no trânsito. Após o desafio é disponibilizado um relatório com os dados de avaliação e resultados, que será utilizado pela Setran.

IMG_5152

 

IMG_5192

Ciclovida realiza oficina no 26º Festival de Inverno de Antonina

Durante o 26º Festival de Inverno o programa Ciclovida ofereceu uma oficina de cicloturismo em Antonina – PR. A oficina foi realizada como “atividade paralela” do festival, e teve como objetivo a elaboração de um folder cicloturístico da cidade, tendo como foco as atrações naturais e a valorização da cultura local. A proposta de cicloturismo para Antonina articula quatro tipos de turismo: o histórico, das praias, de aventura e rural. Nos dias da oficina foram realizadas quatro rotas:

Roteiro histórico:

Um passeio de 3 km (aproximadamente 2h) pelo centro da cidade, com diversos pontos turísticos com muita história. Entre eles a Igreja Matriz de Nossa Senhora do Pilar, as ruínas do Casarão Macedo, a Estação Ferroviária, o Teatro Municipal, a Igreja São Benedito e  a Fonte da Carioca.

Roteiro Ponta da Pita/ Foz do rio Nhundiaquara:

Pedalada de 27 km (aproximadamente 4 horas), combinando atrações naturais e construções antigas. No caminho para a Ponta da Pita passa-se por um casarão muito antigo (Típica casa de Senhor de Engenho) –construído no século XVIII- e pelas ruínas do Complexo Matarazzo. A Ponta da Pita é uma praia calma, com uma bela vista  formações rochosas e opções de restaurantes. Seguindo a estrada e pegando uma trilha (um tanto acidentada), chega-se a praia do Gomes e a foz do rio Nhundiaquara, um dos maiores da região. Passeio para quem gosta de natureza e aventura!

Roteiro Aventura / Rural:

Programa para o dia todo, aproximadamente 64 km (ida e volta) de pedalada + trilhas, passando pelo Rio do Nunes, o Rio Cachoeira, o Bairro Alto e a Usina desativada Parigot de Souza. No final da Vila da Usina se tem acesso à PR-340, onde é aconselhável deixar as bikes de lado e seguir a pé até a trilha que leva ao Salto do Saci, uma queda d’água de 25 metros, muito bela. Do final da Vila até a cachoeira leva-se aproximadamente 1h caminhando em meio à natureza. Um passeio de encontro com a Mata Atlântica preservada e selvagem.

Roteiro Portinho/Tucunduva/Saivá

Pedalada de 20 km e aproximadamente 3 horas de duração, por alguns dos bairros mais antigos de Antonina. Chegando à foz do Rio Joãozinho, dependendo do horário, ou ele estará enchendo com a maré ou vazando, correndo para um lado ou para o outro. Uma experiência singular.

O Folder com o mapa será elaborado e disponibilizado em meio impresso e digital.

Confira as fotos da oficina, pela lente de Gabriel Dietrich:

Fotos e vídeo do passeio ciclo turístico pela Fazenda Canguirí e Represa do Iraí – 30/04/16

No último dia 30/04 ocorreu o passeio ciclo turístico do Ciclovida que passou pela Fazenda Canguirí e Represa do Iraí. Confira os registros do passeio:

https://www.youtube.com/watch?v=YRdHQRXkrPs

 

 

 

O Programa Ciclovida e
a Invasão das Bicicletas


Categorias

setembro 2017
D S T Q Q S S
« ago    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930